+ Sobre Abraps

ABRAPS – Associação Brasileira dos Profissionais pelo Desenvolvimento Sustentável é uma instituição sem fins lucrativos, empenhada em fortalecer a atuação de quem trabalha pelos os objetivos do desenvolvimento sustentável, os ODS da Agenda 2030 da ONU, de maneira diferenciada e complementar ao que vem sendo abordada por outras instituições e profissionais que atuam neste tema.

Congregamos pessoas físicas e jurídicas com crenças, competências e valores em comum, e que atuam diariamente para que o desenvolvimento sustentável aconteça.

A entidade busca contribuir com o fortalecimento da atividade destes profissionais e instituições pelo desenvolvimento sustentável, por meio do estímulo à conexão e à troca de experiências entre seus associados, da participação e realização de eventos, do fomento à construção e disseminação de conhecimento, da disponibilização de produtos serviços e oportunidades.

Nossa proposta de valor é “reunir profissionais diversos para promover
desenvolvimento sustentável para organizações e para a sociedade”

Nossa identidade até 2019

Nascemos como um movimento brasileiro em prol do desevolvimento sustentável

Nossa Marca a partir de 2020

Renovamos nossa identidade para demonstrar que estamos preparados para os desafios das Agenda 2030

A ABRAPS surgiu como um grupo informal em 06 de abril de 2009, foi criada oficialmente em 23 de novembro de 2010 e oficializada em 06 de setembro de 2011, com o nome oficial de Associação Brasileira dos Profissionais de Sustentabilidade, e em 2016, foi adotado o nome fantasia Associação Brasileira dos Profissionais pelo Desenvolvimento Sustentável, mantendo a sigla inicial. Tal alteração foi feita, para uma readequação da associação aos ODS – Objetivos do Desenvolvimento Sustentável e para que profissionais, tanto de empresas como de organizações da sociedade civil, do governo e da academia, se sintam representados. Afinal, este é um conceito tão complexo que profissionais de diversos setores precisam atuar em cooperação.

O funcionamento e todas as atividades da ABRAPS dependem da participação ativa e voluntária de associados, inclusive novos associados como você também podem se envolver. Hoje, ainda não existe ninguém que trabalhe de forma remunerada em nenhuma das atividades, todos na ABRAPS são voluntários.

Gestão 19/20

Fabiano Rangel

Diretor Presidente

Ana Carolina Vieira Araújo

Diretora Vice Presidente

Márcio Mendes

Diretor Vice Presidente Administrativo Financeiro

Grupos de apoio

Captação de Recursos

Proposta: Criar fontes de recursos financeiros que possibilitem as atividades e iniciativas da ABRAPS.

Coordenação:
Michel Freller

Comunicação

Proposta: Ativar os canais de comunicação da ABRAPS com associados e com o mercado.

Coordenação:
Fernanda Gomes

Integração

Proposta: integrar associados e voluntários às atividades e funcionamento da ABRAPS.

Coordenação:
Ricardo Oliani

Jurídico

Proposta: fornecer suporte legal para as atividades e iniciativas da ABRAPS.

Coordenação:
Luiz Carlos Aceti Jr.

Parcerias / RI

Proposta: Fomentar parcerias com outras organizações para promover o desenvolvimento sustentável e benefícios aos associados ABRAPS.

Coordenação:
Rosângela Melatto
Alexandre Lima
Mariana Mausbach

Prêmios

Proposta: Fortalecer as pessoas que trabalham pelo desenvolvimento sustentável através de reconhecimento público.

Coordenação:
Dirlei Bravin
Jessica Nascimento Cabral Cardoso

Conselho Deliberativo

Ana Carolina Velasco

Flávia Moraes

Haroldo Mattos de Lemos

Marcus Nakagawa

Ricardo F Oliani

Conselho Fiscal

Roniel Lopes

Conselho Consultivo

André Palhano
Claudio Tieghi
Dal Marcondes
Fernando Rossetti

Ismael Rocha Junior
Maria Luiza Pinto
Marilena Lino de Almeida Lavorato

Reinaldo Bulgarelli
Ricardo Voltolini
Rosa Alegria
Silvia Naccache

Linha do Tempo

linha do tempo-01

A Abraps, Associação Brasileira dos Profissionais pelo Desenvolvimento Sustentável, por meio de sua diretoria e conselho deliberativo, vem por meio desta manifestar a sua posição e preocupações em relação aos acontecimentos que estamos presenciando no Brasil e no mundo. Estes acontecimentos referem-se as polêmicas quanto às condições atuais das políticas públicas de uso dos recursos e serviços ambientais, preservação dos biomas e as discussões travadas sobre a existência e os efeitos das mudanças climáticas.

Infelizmente, estamos presenciando uma abordagem que só favorece a polarização sobre estas importantes agendas, colocando os cuidados com o meio ambiente em contraposição a economia e vice-versa. Um caminho pouco produtivo, que tende a abrir mais fissuras e confusões sobre fatores cientificamente comprovados, desviando a atenção e o foco das discussões e ações sobre a questão fundamental de base: como conciliar o desenvolvimento econômico desejado e necessário com a responsabilidade ambiental e social, uma vez que estes são fatores sistêmicos e indissociáveis para a construção de premissas sustentáveis de desenvolvimento?

Temos a clareza que o desenvolvimento econômico depende fundamentalmente de uma agenda política, institucional e práticas que assegurem o uso responsável dos recursos e serviços ambientais, e que deve fomentar a inclusão social e respeitar os fundamentos básicos de direitos humanos universais e o aprimoramento cultural e político de toda a sociedade. Discursos motivados por uma agenda protecionista de curto prazo ou por falta de compreensão plena das relações sistêmicas que o desenvolvimento sustentável exige, tem se amplificado em acusações pouco fundamentadas ou com abordagens estreitas e unilaterais, muitas vezes ideológicas e com pouco espaço para o contraditório, comprometendo assim os avanços de uma agenda construtiva que privilegie o desenvolvimento sustentável.

Reconhecemos que movimentos de mudanças vindos da base do tecido social ou impulsionados por governos, empresas e instituições, nos mais variados formatos ganham força e legitimidade e levantam a bandeira contra o aquecimento global ao mesmo tempo que “Fake News” sobre esse tema aparecem de todos os lugares e cada vez mais precisamos aprender a separar o joio do trigo antes de disseminar informações cuja procedência não se conhece ou não se comprova em nossos meios de comunicação.

Notícias verdadeiras e não verdadeiras são publicadas diariamente, gerando dúvidas e angústias. Para evitar isso precisamos estar sempre bem informados, checando e rechecando as fontes, assim como sempre devemos fazer uma análise e adotar uma postura crítica construtiva sobre nossa contribuição e responsabilidade para o desenvolvimento sustentável, ou seja, precisamos ir além do compartilhamento de notícias, precisamos ser protagonistas das mudanças que desejamos ver no mundo.

Muitos dos nossos associados e não associados vem nos questionando sobre o posicionamento oficial desta instituição que é formada por profissionais que atuam pelo desenvolvimento sustentável e na Abraps são voluntários e que, desde 2011 trabalha para disseminar o profissionalismo, conhecimento, engajamento e formação neste campo do desenvolvimento sustentável.

Diante destes legítimos questionamentos, optamos por nos manifestar nesta carta aberta para reforçar que a Abraps mantém o seu Manifesto 17:30 (www.manifesto1730.com.br) , escrito de forma colaborativa e democrática. Este manifesto demonstra que acreditamos e trabalhamos pela construção de políticas públicas e institucionais que fomentem uma economia de baixo carbono e a redução dos impactos ambientais da demanda e das atividades humanas, muito bem descritos na Agenda 2030 da ONU. E convida todos os profissionais pelo desenvolvimento sustentável, associados e não associados a assinarem este compromisso com a sociedade e o planeta. Ressaltamos nesta carta aberta um dos nossos objetivos estatutários que nos move: “Promover a defesa, preservação e conservação do meio ambiente e da vida e a promoção do desenvolvimento sustentável”.

Lembramos que defender, preservar e conservar todo o tipo de vida de uma forma profissional é o que nos diferencia de muitas organizações. A nossa organização é apolítica, apartidária, defende a democracia e os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS). O que não impede qualquer um dos nossos associados a se posicionarem politicamente e partidariamente como pessoa física, porém não em nome desta organização.

A Abraps busca a transformação dos profissionais por meio de Conhecimento e Relacionamento, buscando sempre trazer a Inovação e a Cultura para a Sustentabilidade em todas as suas ações, informa e mobiliza seus associados para e este novo modelo econômico que tem como objetivo principal a colaboração para que possamos buscar o Desenvolvimento Sustentável. Nosso compromisso é ser um movimento de profissionais que atuam em prol do desenvolvimento sustentável.

Junte-se a nós, o momento e de ação, respeito ao próximo, colaboração e diálogo e fortalecimento dos profissionais pelo desenvolvimento sustentável, pois temos metas coletivas que nos comprometemos a cumprir até 2030.

 

Diretoria Abraps

Abraps – Associação Brasileira dos profissionais pelo Desenvolvimento Sustentável

Nós, os Profissionais pelo Desenvolvimento Sustentável, acreditamos que, com nosso trabalho, podemos transformar o mundo dos negócios para que exista um propósito maior em cada atividade que desenvolvemos em nosso dia a dia. Por isso, assumimos um compromisso com o desenvolvimento sustentável e estamos decididos a:

  1. Trabalhar para gerar riquezas, não só para as empresas onde atuamos, mas para toda a sociedade.
  2. Produzir fartura de alimentos com acesso e segurança alimentar para todos e evitar o desperdício.
  3. Contribuir para o bem-estar social e uma vida saudável para todas as pessoas.
  4. Dividir nosso conhecimento para que todos possam ter oportunidades iguais de desenvolvimento através da educação.
  5. Atuar para que todos vivam em igualdade de condições, independentemente gênero, cor, raça, orientação sexual, religião ou cultura.
  6. Tratar a água como um patrimônio universal do planeta. Água é fonte de vida para todas as espécies e também para nossos negócios.
  7. Dedicar muita energia para tornar mais limpa e renovável a matriz energética da produção e uso dos produtos que desenvolvemos.
  8. Buscar o crescimento econômico sem impactos negativos ao meio ambiente e que gere oportunidade de trabalho decente e renda pra todos.
  9. Inovar constantemente para que o sistema produtivo e econômico coexista em harmonia com a capacidade do planeta e da sociedade.
  10. Desenvolver práticas para igualar as oportunidades de crescimento para todas as pessoas.
  11. Construir lugares para a vida em grupo onde as pessoas possam encontrar a felicidade em suas vidas e com seu entorno.
  12. Criar modelos de negócios com propósito de promover a produção e consumo conscientes.
  13. Mitigar e eliminar qualquer processo ou prática que seja responsável pelas mudanças climáticas do planeta.
  14. Manter os oceanos vivos com processos viáveis de exploração e de não poluição.
  15. Zelar pela resiliência de ecossistemas com o uso dos recursos do planeta de forma inteligente e sem desperdícios.
  16. Contribuir para que exista justiça, liberdade e participação a todas as pessoas.
  17. Colaborar com todos os stakeholders, em todas as esferas, para que o desenvolvimento sustentável seja o caminho de sucesso para todos.

Queremos que todas as Pessoas vivam em Paz, com Prosperidade e em harmonia com o Planeta e, para isso, propomos que todos os profissionais estabeleçam uma Parceria com o Desenvolvimento Sustentável.

Temos certeza que trabalhar com sustentabilidade é dever de todas profissões, por isso pedimos a todos os profissionais, independente de sua formação, para que se juntem a nós como Profissionais pelo Desenvolvimento Sustentável, assinando e trabalhando, cada um em sua área de especialização, para que o desenvolvimento sustentável seja uma realidade.

Todos somos profissionais pelo desenvolvimento sustentável. Faça sua parte.

Estatuto ABRAPS
Código de Conduta
Regimento Interno
Termo de Voluntariado

 

  • 2010
  • 2011
  • 2012
  • 2013
  • 2104
  • 2015
  • 2016
  • 2017
  • 2018
  • 2019
  • 2020

Contato

E-mail: contato@abraps.org.br

Se preferir, preencha os campos ao lado que em breve retornaremos o seu contato