Clube Abraps 2017

Ontem retomamos com muito sucesso as atividades do Clube Abraps!

Tivemos o presidente da Abraps, @Fabiano Rangel, conduzindo uma conversa sobre o papel e a posição do profissional de sustentabilidade dentro das organizações. A lição que ficou foi a da necessidade de apropriação da causa da sustentabilidade pelos profissionais interessados, em qualquer que seja seu setor de atuação. Somente com essa apropriação e proatividade a agenda de sustentabilidade poderá ser comunicada e alinhada à missão e valores da organização. A atuação para esse fim não pode ficar a cargo de apenas uma pessoa ou setor, uma vez que mudanças na gestão poderiam solapar os esforços empreendidos para a garantia da sustentabilidade. Discutimos a necessidade de engajar as redes e todos os setores, uma vez que “a coletividade é uma premissa básica do setor de sustentabilidade”. Esse engajamento é facilitado quando os temas caros aos profissionais pelo desenvolvimento sustentável são traduzidos para os outros profissionais e, através dessa atuação em conjunto, a sustentabilidade pode ser encarada por seu valor e não mais como um entrave ao crescimento econômico. Cada vez mais o tema vem se tornando transversal dentro das organizações e entender, dentro de cada instituição, a qual das áreas se alinhar prioritariamente é uma importante estratégia para o fortalecimento da agenda de sustentabilidade.

Além das discussões técnicas, tivemos uma importante oportunidade para trocar experiências e conhecer a história pessoal dos participantes, o que foi muito frutífero e enriquecedor para todos. Tivemos ainda a sortuda @Neide Rocha que ganhou o livro de coautoria de @Yuri Ferres. Agradecemos aos participantes e convidamos todos a seguir as redes sociais da Abraps para não perder a divulgação dos próximos eventos!

 

Ana Carolina Vieira Araujo
Coordenadora do GT Clube Abraps
Esta entrada foi publicada em Notícias Abraps. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *