Clube Abraps e Abinee pelo Desenvolvimento Sustentável – faça download dos conteúdos apresentados

Clube Abraps e Abinee pelo Desenvolvimento Sustentável apresentou no dia 24 de novembro (quinta-feira) das 19h00 às 21h00 no auditório da Abinee localizado na Av. Paulista 1439 – 6º andar – São Paulo/SP próximo a Estação Trianon MASP do Metro o Clube Abraps de Novembro com o tema:

Novas tecnologia e ideias inovadoras para soluções sustentáveis nas cidades

O evento que teve o apoio da Fundação Friedrich Naumamm que recebeu a todos com um fantástico Welcome Coffee, teve a moderação de Marilena Lima de Almeida Lavoratto, Presidente do Instituto Mais e membro do Conselho Consultivo da Abraps que fez uma introdução sobre as inovações disruptivas e quanto elas são fundamentais para o desenvolvimento sustentável.

Seguem abaixo os links das apresentações

REALIZAÇÃO

abraps             abinee

APOIO

friedrichnaumann

greeneletron           institutomais

mercadoambiental

brasiltomorrow

Publicado em Notícias Abraps | Deixe um comentário

Revista Horizonte Geográfico – GRÁTIS PELA CAUSA DA SUSTENTABILIDADE

horizontegeograficoGRÁTIS PELA CAUSA DA SUSTENTABILIDADE

A revista HORIZONTE Geográfico tem o prazer de apresentar sua Edição Especial 160 que contém o Anuário de Boas Práticas em Sustentabilidade.

Esta edição é GRATUITA para todos leitores, tanto no formato da revista impressa*, quanto nas plataformas digitais, para que mais pessoas tenham informação de qualidade e defendam a causa da sustentabilidade. Basta acessar o site e fazer seu pedido: http://www.edhorizonte.com.br/gratis/

A revista Horizonte Geográfico nº160 traz dezenas de notícias e grandes reportagens, com extras (infográficos, vídeos e links) para se aprofundar em cada assunto. Você terá o privilégio de conhecer uma extensa reserva natural bem protegida, no Vale do Ribeira (SP), com diversos animais como onças, uma anta albina e conta que em breve a área abrirá para visitação do público. Já em Santa Catarina, você acompanhará o belo trabalho de soltura dos papagaios, que está ajudando a combater a ameaça à espécie que semeia as araucárias. A reportagem de capa vai levar você por uma passagem pelo encantador Jalapão, no Tocantins, onde o bem-sucedido artesanato com capim dourado está garantindo renda para a população local.

Em seguida, o Anuário de Boas Práticas em Sustentabilidade apresenta o que acontece de mais relevante, agora em cada um dos temas abaixo, e mostra mais de 30 casos de sucesso nas áreas de:

  • Agricultura de Baixo Carbono
  • Água e Recursos Hídricos
  • Biodiversidade e Florestas
  • Consumo Consciente
  • Direitos Humanos
  • Energia Renovável
  • Mobilidade Urbana
  • Mudanças Climáticas
  • Resíduos Sólidos

Iniciativas de organizações sociais, empresas e governos que põem a mão na massa para indicar soluções de grande impacto, produzidas pela equipe da revista Horizonte em parceria com o Portal Envolverde.

Mais informações:   ana@edhorizonte.com.br / comunicacao@edhorizonte.com.br              Fone: (11) 3022-5599

 

Publicado em Notícias Abraps | Deixe um comentário

Plataforma Liderança Sustentável lança vídeo-palestra sobre a ética como valor fundamental na formação de pessoas, com Didier Tisserand, presidente da L’Oréal Brasil

A ética como valor fundamental na formação de pessoas: veja a palestra de Didier Tisserand, presidente da L’Oréal Brasil

Líder fala sobre a importância do desenvolvimento de um código de ética e o processo de disseminação dos valores éticos para os colaboradores

Quando o francês Didier Tisserand assumiu a presidência da L’Oréal no Brasil, em 2011, não demorou para que começasse a focar no aperfeiçoamento do comportamento ético na companhia. Durante seu comando, a empresa passou a considerar o tema como prioritário, com ações voltadas para a conscientização de colaboradores. De acordo com Didier, “no Brasil existe algo que se chama Lei Seca. Já na L’Oréal, decretamos a Lei Ética.
Tolerância zero”. Veja a apresentação completa no link a seguir: https://goo.gl/1tnnYQ

O código de ética da empresa visa, como princípio, assegurar que os colaboradores de todos os níveis da organização priorizem o bem coletivo em vez dos interesses pessoais. Criado em 2000 para ser “institucional”, foi reformulado duas vezes, em 2007 e 2014, quando foi aprimorado e passou a incorporar a visão dos funcionários, tornando-se mais “palpável” e efetivo. “Esse código é como se fosse a nossa constituição. É muito importante, pois fala sobre como se comportar dentro da empresa”, afirma o executivo.

Além do constante desenvolvimento do código, a companhia instituiu algumas ações para fortalecer e enraizar os valores éticos em seus funcionários, como a criação de um canal de denúncias, para que todos possam, anonimamente, relatar condutas imorais dentro da empresa. Existe, também, o Ethics Day, no qual os colaboradores podem fazer perguntas sobre o tema para seu presidente e o CEO mundial. Essa cultura vale até para os novos funcionários, pois 100% deles recebem o código assim que entram na empresa.

No entanto, não foi fácil construir, pouco a pouco, o conceito na companhia. E ainda não é. Didier, que tem experiência profissional em diversos países, como Inglaterra, Japão e França, diz que enfrentou problemas éticos em todos eles, mas até hoje ainda fica surpreso quando se depara com situações de conflitos morais ou de conduta. Certa vez, ele conta, ao repreender uma funcionária por um desvio ético, ouviu, espantado, sua resposta: “Não vá me dizer que você não faz a mesma coisa”. O choque provocou no líder a seguinte reflexão: “atitudes erradas são tão comuns quanto parecem?”. É contra elas que o executivo luta e procura engajar suas equipes.

Todas essas situações – boas e ruins – serviram para aprimorar, cada vez mais, a conduta ética seguida pela L’Oréal atualmente. Consequentemente, acabaram influenciando na formação de diversos jovens profissionais, uma vez que cerca de 60% dos funcionários é da geração dos millennials. Novos colaboradores que, segundo Didier, procuram uma empresa com valores como integridade, respeito e coragem, fundamentais para que funcionários de qualidade permaneçam na empresa.

O novo integrante da Plataforma Liderança Sustentável denomina-se como um “crusader”, alguém que não medirá esforços para desenvolver a ética na L’Oréal Brasil. Com anos de experiência, o executivo defende, em sua vídeo-palestra, como a evolução do conceito na agenda da empresa pode influenciar no desenvolvimento de funcionários, políticas e, também, no rumo e decisões da companhia. Este é o quinto vídeo da Plataforma Liderança
Sustentável. Já foram publicadas as vídeo-palestras do professor e doutor Robert Henry Srour, Paulo Stark, CEO da Siemens no Brasil, Raïssa Lumack, VP de RH da Coca-Cola, e também o teaser do evento.

Veja:

Vídeo-palestra de Raïssa Lumack
Vídeo-palestra de Robert Henry Srour
Vídeo-palestra de Paulo Stark
Teaser da Plataforma Liderança Sustentável 2016

Sobre a Plataforma Liderança Sustentável

A Plataforma Liderança Sustentável é um movimento lançado em junho de 2011, que reúne 60 presidentes de grandes empresas brasileiras em torno da missão de conectar, inspirar e educar jovens líderes de negócios para o tema da sustentabilidade. Para tal tarefa, apoia-se em um conjunto de ferramentas – livros, portal, vídeo-palestras, eventos educacionais regionais e nacionais, cursos e conteúdos de suporte à educação de líderes para empresas, escolas de gestão e universidades. A iniciativa já atingiu presencialmente cerca de 85 mil gestores em mais de 300 eventos pelo Brasil – além de países como França, Espanha, Portugal, Canadá e Argentina – e mais de 1,8 milhão de pessoas com as vídeo-palestras disponíveis em canal no  YouTube.

Sobre a Ideia Sustentável

Ideia Sustentável é uma empresa especializada em estratégia e inteligência em sustentabilidade empresarial criada, em 1993, por Ricardo Voltolini, um dos primeiros especialistas no tema do Brasil. A consultoria conta com o diferencial de estar há 23 anos no mercado, desenvolvendo conhecimento e apoiando empresas, em três linhas: Consultoria (apoio a empresas no desenvolvimento de políticas de sustentabilidade, definição e diretrizes, criação de cultura e identidade, educação e conteúdos); Educação (Sensibilização, treinamento e capacitação de profissionais de empresas para os temas da sustentabilidade); e Conteúdos (Estudos, Pesquisas, Fóruns, Eventos Técnicos, Relatórios e Planejamento de comunicação da e para a sustentabilidade). – http://ideiasustentavel.com.br/

Publicado em Notícias Abraps | Deixe um comentário

Plataforma Liderança Sustentável lança vídeo-palestra sobre sobre a importância de promover a questão de gênero nas companhia – com Raïssa Lumack, VP de RH da Coca-Cola Brasil

Empresas atentas à diversidade estarão mais preparadas para atender os clientes: Raïssa Lumack, VP de RH da Coca-Cola Brasil, fala sobre a importância de promover a questão de gênero nas companhias

Executiva comenta os desafios da inserção e do desenvolvimento do tema no universo corporativo

“Quem toma as decisões sobre os nossos negócios e produtos? Quem tem crescido em seu poder aquisitivo nos últimos anos? São as mulheres”. Com esta frase de seu CEO global, Raïssa Lumack, vice-presidente de Recursos Humanos da Coca-Cola Brasil, iniciou sua palestra na Plataforma Liderança Sustentável 2016, propondo uma reflexão sobre os desafios de inserir o tema da diversidade na estratégia das empresas. Veja a apresentação completa no link a seguir:  https://goo.gl/n3EAEq

O foco atual da Coca-Cola é desenvolver a questão da equidade de gênero. No vídeo, Raïssa confessa que, ao assumir um cargo de liderança na companhia e ter seu primeiro contato com o tema, não entendia sua real relevância. Ela pensava, como é comum em muitas empresas, que se uma pessoa é competente, não precisa de ajuda. Entretanto, ao longo dos anos, compreendeu que “a ‘ajuda’ é uma ação afirmativa, e que o tempo, sozinho, não corrige alguns desequilíbrios sociais”, conforme contou na Plataforma.

Segundo pesquisas recentes do IBGE e Datafolha, realizadas em 2015 e 2016, ainda é comum identificar situações em que mulheres recebem, em média, um salário de 20 a 30% inferior ao de um homem ocupando o mesmo cargo. Já os negros, de acordo com levantamento da Folha de S. Paulo, ocupam apenas 18% dos cargos de destaque nas empresas, enquanto representam 50,7% da população brasileira.

Para corresponder às expectativas de um mercado tão multicultural como o brasileiro, a Coca-Cola percebeu que seria preciso entender a fundo seus consumidores no país e, para isso, deveria refletir essa diversidade no ambiente da própria companhia. Inicialmente, foi criado um comitê de mulheres a fim de discutir os motivos que impediam seu crescimento na empresa. Posteriormente, este mesmo comitê passou a integrar pessoas com deficiência, afrodescendentes e millennials, expandindo as discussões.

Nas discussões do Comitê, Raïssa e suas equipes tiveram um de seus mais importantes insights: as preocupações da empresa vinham se concentrando apenas em educar as mulheres para o tema da diversidade, esquecendo que os homens também precisam ser educados para lidar com os desdobramentos do conceito na organização, como a tendência de terem cada vez mais colegas mulheres e, muitas vezes, em cargos de liderança.

Raïssa Lumack contribuiu para aprofundar a visão sobre o papel das mulheres – e da equidade de gênero – nas empresas durante o bloco “Diversidade” da Plataforma Liderança Sustentável, composto também pelos cases do Google e da  Microsoft, narrados por seus presidentes (respectivamente, Fabio Coelho e Paula Bellizia). Já foram publicadas as vídeo-palestras do professor e doutor Robert Henry Srour, Paulo Stark, CEO da Siemens no Brasil, e também o teaser do evento.

Veja:

Vídeo-palestra de Robert Henry Srour
Vídeo-palestra de Paulo Stark
Teaser da Plataforma Liderança Sustentável 2016

Sobre a Plataforma Liderança Sustentável

A Plataforma Liderança Sustentável é um movimento lançado em junho de 2011, que reúne 60 presidentes de grandes empresas brasileiras em torno da missão de conectar, inspirar e educar jovens líderes de negócios para o tema da sustentabilidade. Para tal tarefa, apoia-se em um conjunto de ferramentas – livros, portal, vídeo-palestras, eventos educacionais regionais e nacionais, cursos e conteúdos de suporte à educação de líderes para empresas, escolas de gestão e universidades. A iniciativa já atingiu presencialmente cerca de 85 mil gestores em mais de 300 eventos pelo Brasil – além de países como França, Espanha, Portugal, Canadá e Argentina – e mais de 1,8 milhão de pessoas com as vídeo-palestras disponíveis em canal no  YouTube.

Sobre a Ideia Sustentável

Ideia Sustentável é uma empresa especializada em estratégia e inteligência em sustentabilidade empresarial criada, em 1993, por Ricardo Voltolini, um dos primeiros especialistas no tema do Brasil. A consultoria conta com o diferencial de estar há 23 anos no mercado, desenvolvendo conhecimento e apoiando empresas, em três linhas: Consultoria (apoio a empresas no desenvolvimento de políticas de sustentabilidade, definição e diretrizes, criação de cultura e identidade, educação e conteúdos); Educação (Sensibilização, treinamento e capacitação de profissionais de empresas para os temas da sustentabilidade); e Conteúdos (Estudos, Pesquisas, Fóruns, Eventos Técnicos, Relatórios e Planejamento de comunicação da e para a sustentabilidade). http://ideiasustentavel.com.br/

Publicado em Notícias Abraps | Deixe um comentário

FÓRUM PACTO GLOBAL é sucesso com debates sobre os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável e Agenda 2030

Primeiro evento lota auditório do MASP e coloca a Rede Brasil do Pacto Global como protagonista e referência na discussão dos ODS

O primeiro FÓRUM PACTO GLOBAL superou as expectativas da Rede Brasil do Pacto Global. Foram mais de 400 espectadores que assistiram a oito painéis temáticos sobre como o setor privado deve trabalhar para implementar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e cumprir as metas da Agenda 2030.O evento teve participação de representantes de empresas signatárias e não signatárias, governo federal e estaduais, além de parceiros e interessados no assunto. O Fórum criou um ambiente de compartilhamento de experiências e networking entre todos os públicos.pactoglobal

“O evento superou as nossas expectativas e posicionou a Rede Brasil do Pacto Global como referência e protagonista nos ODS no País. O Fórum teve amplo debate sobre esses temas e mostrou que somos o grande interlocutor do setor privado, governo e sociedade civil na longa jornada para adoção dos ODS e da Agenda 2030 das Nações Unidas”, afirma André Oliveira, presidente da Rede Brasil do Pacto Global.

Entre os 17 ODS, ficou claro que alguns são mais urgentes em sua adoção, como o 2 (Fome zero e agricultura sustentável), 5 (Igualdade de gênero), 6 (Água potável e saneamento), 7 (Energia limpa e sustentável), 8 (Trabalho decente e crescimento econômico), 10 (Redução das desigualdades), 11 (Cidades e comunidades sustentáveis), 13 (Ação contra a mudança global do clima), 15 (Vida terrestre), 16 (Paz, justiça e instituições eficazes) e o 17 (Parcerias e meios de implementação).

Para a secretária executiva da Rede Brasil do Pacto Global, Beatriz Martins Carneiro, o Fórum foi uma ótima oportunidade para debate da Agenda 2030 das Nações Unidas e dos ODS. “No evento, conseguimos mostrar às empresas ferramentas para que elas se engajem no atingimento desses objetivos. O nosso público foi o melhor possível, com representantes do setor privado e do governo. Por fim, entendo que conseguimos uma troca de experiências muito rica.”

Confira os painéis do 1º Fórum Pacto Global:

pactoglobalodsAbertura: André Oliveira (Rede Brasil do Pacto Global), Ursula Wynehoven (United Nations Global Compact), Edson Duarte (Governo Federal) e Jean Phillippe Bernardini (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento – PNUD Brasil) deram início ao fórum.

Painel – Objetivos de Desenvolvimento Sustentável: Da Teoria à Pratica: Luca Criscioti (Presidente da DNV GL Business Assurance) e Denise Hills (Itaú) apresentaram resultados de estudo sobre a contribuição de empresas que compõem o Comitê Brasileiro do Pacto Global.

Empreendendo no Contexto das Metas Globais: apresentação sobre empreendedorismo, com Marcela Zonis (Endeavor Brasil).

Painel – Liderança para 2030: As temáticas de liderança, com os presidentes Bernardo Paiva (Ambev), Teresa Vernaglia (AES Eletropaulo) e Paulo Stark (Siemens Brasil).

Painel – Objetivos Globais, Negócios Locais – SDG Pioneers: Apresentação de boas práticas, desafios e aprendizados na implementação dos ODS em empresas, com a presença dos SDG Pioneers Ulisses Sabará (Beraca) e Sonia Favaretto (BM&F Bovespa).

Painel – Lançamento do CEO Water Mandate no Brasil: Lançamento de plataformas relacionadas à diminuição de perdas quanto a recursos hídricos (CEO Water Mandate e www.saveh.com.br).

Painel – Integridade – Desafios e Oportunidades no Combate à Corrupção: O Painel de Integridade, com moderação de Reynaldo Goto (Siemens), trouxe Bruno Brandão (Transparência Brasil), o professor e ex-ministro-chefe da Controladoria-Geral da União Jorge Hage e Ursula Wynhoven (United Nations Global Compact). Destacou-se a necessidade de atividades de compliance por parte das empresas, bem como reformas no financiamento de campanhas eleitorais e na organização de partidos para combater a corrupção nos espaços privado e público, respectivamente.

Painel – Meio Ambiente – Agricultor na Era das Mudanças Climáticas: Com moderação de Juliana Lopes (Amaggi), o painel de Meio Ambiente trouxe o Secretário Adjunto de Meio Ambiente do Estado de São Paulo, Antonio Velloso, a diretora do World Resources Institute no Brasil, Rachel Biderman e a diretora de assuntos corporativos na Dow Brasil, Marilene Iamauti. O secretário convidou empresas a visitar a Secretaria do Meio Ambiente. Já Rachel reforçou que, no mundo atual, polarizações, como entre agronegócio e ambientalistas, não funcionam. Destacou-se a necessidade de integração dos diversos setores no debate.

Painel – Direitos Humanos – Proteger, Respeitar e Remediar: No painel de Direitos Humanos, Marcia Massotti apresentou as políticas de empresa da Enel no Brasil. Sobre o assunto, Eva Dengler (Childhood Brasil) advogou a necessidade de se atentar para a erradicação do trabalho infantil e Leonardo Sakamoto (Repórter Brasil) trouxe a importância da fiscalização sobre o setor público e privado acerca do trabalho escravo.

Painel – Caminhos para implementar a agenda 2030: Sob moderação de Luciana Aguiar, do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento – PNUD Brasil, Margaret Groff trouxe as atividades que a Itaipu Binacional vem realizando. Rúbia Quintão (Presidência da República) destacou a criação da Comissão Nacional dos ODS por parte do governo e Tatiana Assali (Principles for Responsible Investment – PRI) relembrou a necessidade do trabalho coletivo para atingirmos os ODS.

Encerramento: A Secretária Executiva Beatriz Martins Carneiro fez o encerramento do evento destacando parcerias, diálogo e inclusão das PMEs, responsabilidade de todos para realização da Agenda 2030 e o diálogo com políticas públicas como principais eixos do evento. Por fim, chamou a banda Mazeej para encerrar o evento.

O FÓRUM PACTO GLOBAL teve patrocínio do BradescoBraskemFIEPItaipu BinacionalBASFOdebrechtEnelGrupo Vibra e BRF, participação especial do Itaú Unibanco, parceria do PNUD Brasil e apoio da Natura e Abiquim.

Rede Brasil do Pacto Global da ONU

Lançado em 2000, o Pacto Global da ONU (UN Global Compact) é a maior iniciativa de sustentabilidade corporativa voluntária do mundo. Reúne mais de 13 mil signatários – entre empresas (pequenas, médias e grandes) e organizações – em mais de 160 países com o objetivo de alinhar os negócios a dez princípios nas áreas de direitos humanos, trabalho, meio ambiente e combate à corrupção. Criada em 2003 e hoje a quarta maior rede do mundo, com 800 signatários, a Rede Brasil do Pacto Global é vinculada ao Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). A iniciativa promove ações colaborativas lideradas pelo setor privado, por meio da construção de parcerias com diversos setores, como a sociedade civil, governos e agências da ONU. Para os signatários, há o acesso a diversas informações, oportunidades de capacitação e networking, além da possibilidade de participação nos Grupos Temáticos – Água, Agricultura e Alimentos, Anticorrupção, Direitos Humanos e Trabalho, Energia e Clima e ODS. Até 2030, o Pacto Global tem o desafio de promover os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

Publicado em Notícias Abraps | Deixe um comentário

Clube Abraps de Novembro – inscrições abertas

clube_abraps

Para se inscrever – clique aqui

Publicado em Notícias Abraps | Deixe um comentário

A ética nos negócios é a única forma aceitável de fazer negócio

ideia

“A ética nos negócios é a única forma aceitável de fazer negócio”, afirma Paulo Stark, CEO da Siemens no Brasil, na nova vídeo-palestra da Plataforma Liderança Sustentável 2016

Ceo da Siemens no Brasil relata os desafios superados para inserir um Sistema de Compliance na estratégia dos negócios

Na nova vídeo-palestra divulgada pela Plataforma Liderança Sustentável, o CEO da Siemens no Brasil, Paulo Stark, conta como o Sistema de Compliance estabelecido pela companhia em resposta a denúncias de irregularidades na Alemanha, em 2006, vem transformando a cultura da empresa, aprimorando sua reputação e, acima de tudo, despertando o orgulho dos colaboradores por pertencerem a uma empresa que inseriu a ética, como prioridade, na estratégia dos negócios. Veja o vídeo completo no link a seguir: https://goo.gl/to2pUz.

No depoimento, Stark comenta sua trajetória na Siemens, recordando duas passagens marcantes: a primeira, em 2006, quando liderava uma unidade de negócio na Alemanha, na qual acompanhou os problemas éticos da companhia estamparem manchetes em jornais do mundo todo. Para corrigir condutas e recuperar a credibilidade, a Siemens apostou em uma reação radical, trocando o comando global imediatamente e estabelecendo um sistema de compliance rigoroso e reconhecido no mundo inteiro. “O elo que liga o Sistema de Compliance à confiança da sociedade e das pessoas na empresa é a conseqüência”, explica Stark.

O segundo momento marcante da trajetória de Paulo na Siemens se deu quando ele, à frente da organização no Brasil, apresentou ao Comitê Global resultados de investigações internas que mostravam irregularidades na atuação da empresa no país e precisou decidir se a organização deveria compartilhar ou não as informações com as autoridades públicas. “Não demorou nem 30 segundos para tomarmos a decisão unânime de realizar a denúncia. Porque era algo que ia de encontro com os nossos princípios. O problema é que o acordo de leniência não nos permitia divulgar que nós fomos os denunciantes. Os colaboradores ficaram aflitos por um mês. Foi um período quase insuportável para mim”, conta Paulo.

Stark chega a se emocionar durante sua fala, lembrando o apoio de seus funcionários, recebido durante a fase de investigações, ao saberem que as denúncias partiram da própria Siemens, seguindo uma postura de transparência e os princípios do Sistema de Compliance. Em um “evento-surpresa”, o CEO da Siemens ouviu a seguinte frase de um grupo de, aproximadamente, mil colaboradores: “Paulo, nós estamos juntos com você nessa”.

Com uma ampla visão sobre como uma conduta ética pode consolidar – ou arruinar – os rumos de uma empresa, Paulo Stark inicia a participação dos líderes no bloco sobre ética da Plataforma Liderança Sustentável, após a introdução realizada pelo professor e doutor Robert Henry Srour (confira o vídeo completo do professor em https://goo.gl/uBJkKW).

Para assistir ao depoimento de Paulo Stark, CEO da Siemens no Brasil, acesse: https://goo.gl/to2pUz

 Sobre a Plataforma Liderança Sustentável

 A Plataforma Liderança Sustentável é um movimento lançado em junho de 2011, que reúne 60 presidentes de grandes empresas brasileiras em torno da missão de conectar, inspirar e educar jovens líderes de negócios para o tema da sustentabilidade. Para tal tarefa, apoia-se em um conjunto de ferramentas – livros, portal, vídeo-palestras, eventos educacionais regionais e nacionais, cursos e conteúdos de suporte à educação de líderes para empresas, escolas de gestão e universidades. A iniciativa já atingiu presencialmente cerca de 85 mil gestores em mais de 300 eventos pelo Brasil – além de países como França, Espanha, Portugal, Canadá e Argentina – e mais de 1,8 milhão de pessoas com as vídeo-palestras disponíveis em canal no YouTube.

Sobre a Ideia Sustentável

Ideia Sustentável é uma empresa especializada em estratégia e inteligência em sustentabilidade empresarial criada, em 1993, por Ricardo Voltolini, um dos primeiros especialistas no tema do Brasil. A consultoria conta com o diferencial de estar há 23 anos no mercado, desenvolvendo conhecimento e apoiando empresas, em três linhas: Consultoria (apoio a empresas no desenvolvimento de políticas de sustentabilidade, definição e diretrizes, criação de cultura e identidade, educação e conteúdos); Educação (Sensibilização, treinamento e capacitação de profissionais de empresas para os temas da sustentabilidade); e Conteúdos (Estudos, Pesquisas, Fóruns, Eventos Técnicos, Relatórios e Planejamento de comunicação da e para a sustentabilidade).

Patrocínio

goldgold

bronze

Parceiros institucionais:

parceiros

Publicado em Notícias Abraps | Deixe um comentário

A conduta ética vale dinheiro – Prof. Robert Srour

ideia

“A conduta ética vale dinheiro”, diz professor Robert Srour na primeira vídeo-palestra da Plataforma Liderança Sustentável 2016

Doutor em Sociologia pela USP explica como a ética pode impactar os negócios das companhias

O que é ética empresarial? E como ela pode influenciar os negócios das empresas? Na primeira das oito vídeo-palestras que a Plataforma Liderança Sustentável passa a divulgar semanalmente, a partir de hoje, o professor Robert Henry Srour, doutor em Sociologia pela USP, discute os benefícios de uma conduta empresarial ética e os riscos de não inserir o tema na estratégia dos negócios: https://goo.gl/uBJkKW

Em sua apresentação, Srour convida o público a refletir sobre questões essenciais para o mercado de hoje, como capital reputacional, credibilidade e negócios de impacto, para defender uma tese provocativa: “A conduta ética vale dinheiro.” Segundo o professor, se utilizada de maneira profissional, científica, sem subjetividade, a ética pode ajudar as empresas a entender – e a solucionar – os impactos produzidos por suas atividades.

Em sua palestra, Srour apresenta acepções equivocadas sobre ética – muitas vezes confundida com códigos de conduta ou com valores morais, por exemplo – e explica que, na verdade, trata-se de uma disciplina teórica, um corpo de saberes. “Como cientista social, minha abordagem é científica, não filosófica. Precisamos sair do juízo de valor e utilizar o juízo de realidade. A ética científica oferece as ferramentas para essa mudança de visão e de comportamento.”

De acordo com o professor, se todas as empresas do mercado têm como objetivo principal o lucro financeiro, o que irá diferenciá-las – cada vez mais – é a capacidade de compreender as implicações éticas de seus processos, isto é, qual tipo de resultado econômico estão atingindo: ético ou antiético? Ou os dois ao mesmo tempo?

Com um panorama sobre a ética aplicada aos negócios e exemplos tanto de companhias que se prejudicaram por negligências no tema quanto de empresas que se beneficiaram de condutas corretas, Srour contextualiza o público para conhecer os cases da Plataforma Liderança Sustentável 2016, que serão publicados semanalmente a partir de hoje.

Para assistir ao depoimento completo do professor Robert Henry Srour, acesse: https://goo.gl/uBJkKW

 Sobre a Plataforma Liderança Sustentável

 A Plataforma Liderança Sustentável é um movimento lançado em junho de 2011, que reúne 60 presidentes de grandes empresas brasileiras em torno da missão de conectar, inspirar e educar jovens líderes de negócios para o tema da sustentabilidade. Para tal tarefa, apoia-se em um conjunto de ferramentas – livros, portal, vídeo-palestras, eventos educacionais regionais e nacionais, cursos e conteúdos de suporte à educação de líderes para empresas, escolas de gestão e universidades. A iniciativa já atingiu presencialmente cerca de 85 mil gestores em mais de 300 eventos pelo Brasil – além de países como França, Espanha, Portugal, Canadá e Argentina – e mais de 1,8 milhão de pessoas com as vídeo-palestras disponíveis em canal no YouTube.

Sobre a Ideia Sustentável

Ideia Sustentável é uma empresa especializada em estratégia e inteligência em sustentabilidade empresarial criada, em 1993, por Ricardo Voltolini, um dos primeiros especialistas no tema do Brasil. A consultoria conta com o diferencial de estar há 23 anos no mercado, desenvolvendo conhecimento e apoiando empresas, em três linhas: Consultoria (apoio a empresas no desenvolvimento de políticas de sustentabilidade, definição e diretrizes, criação de cultura e identidade, educação e conteúdos); Educação (Sensibilização, treinamento e capacitação de profissionais de empresas para os temas da sustentabilidade); e Conteúdos (Estudos, Pesquisas, Fóruns, Eventos Técnicos, Relatórios e Planejamento de comunicação da e para a sustentabilidade).

Patrocínio

goldgold

bronze

Parceiros institucionais:

parceiros

 

Publicado em Notícias Abraps | Deixe um comentário

São Paulo recebe o primeiro Fórum Pacto Global em novembro

Evento com a chancela da ONU discutirá como o setor privado pode contribuir para o alcance dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS)

 Com a proposta de disseminar os valores da sustentabilidade empresarial no País, a Rede Brasil do Pacto Global da ONU promove, no dia 9 de novembro de 2016, no auditório do MASP, em São Paulo, o Fórum Pacto Global – setor privado rumo aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. O evento será aberto para representantes de empresas, signatárias ou não, e pretende conscientizar a comunidade empresarial sobre a importância, cumprimento e implementação dos ODS. Para promover um ambiente de aprendizado e conscientização sobre os ODS – ratificados em setembro de 2015 pelos países-membros da ONU –, a programação do Fórum contempla painéis temáticos nas áreas de meio ambiente, liderança, integridade, direitos humanos e parcerias. Além disso, o evento criará um ambiente para o compartilhamento de experiências e networking.

forumpactoglobal

“O Fórum vai permitir um diálogo aberto sobre como é importante que a comunidade empresarial tenha os ODS enraizados em seus negócios. Essa oportunidade única coloca a Rede Brasil do Pacto Global da ONU como referência dos ODS para o setor privado brasileiro”, afirma André Oliveira, presidente da Rede Brasil.

O evento contará com a participação de palestrantes brasileiros e estrangeiros, como Niky Fabiancic, coordenador residente do PNUD Brasil e representante residente do Sistema das Nações Unidas no País; Ursula Wynhoven, chefe de Sustentabilidade Social, Governança e Integridade do UN Global Compact, em Nova York; Denise Hills, coordenadora do Grupo Temático de ODS da Rede Brasil do Pacto Global e superintendente de Sustentabilidade e Negócios Inclusivos do Itaú Unibanco; Flavia Piovesan, secretária especial de Direitos Humanos do Ministério da Justiça e Cidadania; Teresa Vernaglia, Bernardo Pinto Paiva e Luca Crisciotti, CEOs da AES Ergos, Ambev e DNV-GL, respectivamente, e Leonardo Sakamoto, diretor da ONG Repórter Brasil e colunista do UOL.

Para a secretária executiva da Rede Brasil do Pacto Global, Beatriz Martins Carneiro, o Fórum dará chance às organizações que ainda não implementaram os ODS de ajustarem suas estratégias, de modo a contribuírem para o alcance das metas globais. “Entendemos que o Fórum será uma oportunidade de troca de experiências com empresas que já incorporaram os ODS em seus negócios, bem como de conhecer o ponto de vista de representantes do governo sobre as prioridades nacionais na Agenda 2030. O papel das corporações não se limita ao cumprimento das metas, mas contempla também a busca de soluções inovadoras”.

O Fórum Pacto Global tem patrocínio do Itaú Unibanco, Bradesco, Braskem, FIEP, Itaipu Binacional, BASF, Enel, Grupo Vibra e Odebrecht. O evento será das 9 às 18 horas. O valor da participação para organizações signatárias é de R$ 250,00 e não signatárias, de R$ 500,00. De 17 a 30 de outubro, a inscrição tem 30% de desconto. Para mais informações e inscrições, basta acessar o link: http://bit.ly/2deJ04z.

Rede Brasil do Pacto Global da ONU

Lançado em 2000, o Pacto Global da ONU (UN Global Compact) é a maior iniciativa de sustentabilidade corporativa voluntária do mundo. Reúne mais de 13 mil signatários – entre empresas (pequenas, médias e grandes) e organizações – em mais de 160 países com o objetivo de alinhar os negócios a dez princípios nas áreas de direitos humanos, trabalho, meio ambiente e combate à corrupção. Criada em 2003 e hoje a quarta maior rede do mundo, com 800 signatários, a Rede Brasil do Pacto Global é vinculada ao Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). A iniciativa promove ações colaborativas lideradas pelo setor privado, por meio da construção de parcerias com diversos setores, como a sociedade civil, governos e agências da ONU. Para os signatários, há o acesso a diversas informações, oportunidades de capacitação e networking, além da possibilidade de participação nos Grupos Temáticos – Água, Agricultura e Alimentos, Anticorrupção, Direitos Humanos e Trabalho, Energia e Clima e ODS. Até 2030, o Pacto Global tem o desafio de promover os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

Publicado em Notícias Abraps | Deixe um comentário

Plataforma Liderança Sustentável lança teaser de série de vídeo-palestras sobre ética e diversidade nas empresas

ideia-sustentavel

Plataforma Liderança Sustentável lança teaser de série de vídeo-palestras sobre ética e diversidade nas empresas

Saiba como esses temas vêm sendo promovidos em grandes companhias, como Google, Microsoft, Coca-Cola, Siemens, L’Oréal e Johnson & Johnson

Como as principais empresas do país estão enfrentando os desafios da promoção da ética e da diversidade no ambiente de trabalho, na cultura corporativa e na estratégia do negócio? E quais os mais importantes aprendizados e oportunidades identificados nessa jornada? Para responder essas e outras questões, a Plataforma Liderança Sustentável lança hoje o teaser da sua nova série de vídeo-palestras, com os presidentes do Google, Microsoft, Coca-Cola, Siemens, L’Oréal e Johnson & Johnson, além dos especialistas Dr. Robert Henry Srour, doutor em Sociologia pela USP, e a Dra. Nadine Gasman, representante do escritório da ONU Mulheres no Brasil. Confira no link: https://goo.gl/lPDvKa

As vídeo-palestras serão postadas semanalmente no portal plataforma.ideiasustentavel.com.br e nos perfis da consultoria Ideia Sustentável, realizadora do movimento, nas redes sociais. Na mesma ordem do evento em que foram gravadas, a apresentação do professor Dr. Robert Henry Srour, que contextualiza o tema da ética empresarial e seus principais desafios para as organizações, abrirá a série. Em seguida, virão os vídeos de:

-> Paulo Stark, presidente da Siemens, sobre a postura de transparência adotada pela companhia em relação a denúncias na Alemanha e no Brasil e o orgulho despertado por esse posicionamento nos colaboradores.

-> Didier Tisserand, presidente da L’Oréal Brasil, sobre o código de ética da companhia e a participação dos funcionários em sua concepção e posteriores revisões.

-> Marcio Coelho, presidente da divisão de Medical Devices da Johnson & Johnson, sobre como o credo da empresa, um dos mais antigos códigos de ética empresarial do mundo, criado em 1943, influencia as tomadas de decisão e a conduta dos profissionais.

Finalizada a divulgação dos vídeos sobre ética empresarial, a apresentação da Dra. Nadine Gasman vai introduzir a sequência de cases sobre diversidade, abordando a responsabilidade de empresas e sociedade civil na solução das desigualdades. Logo após, serão postadas as palestras de:

-> Fábio Coelho, presidente do Google no Brasil, sobre a necessidade de se reconhecer o desafio de lidar com as diferenças – sejam elas de gênero, étnicas, etárias, entre outras – como o primeiro passo para as organizações evoluírem no tema da diversidade.

-> Raïssa Lumack, vice-presidente de Recursos Humanos da Coca-Cola, sobre a importância de se refletir no ambiente de trabalho a diversidade do mercado em que se atua.

-> Paula Bellizia, presidente da Microsoft, sobre as vantagens de se olhar o tema da diversidade pela óptica da oportunidade de negócio, não das dificuldades e/ou desafios.

Além dos líderes citados anteriormente, outros dois presidentes – que não puderam comparecer ao 5º Encontro Anual da Plataforma Liderança Sustentável devido a imprevistos na agenda – também vão relatar os cases de suas empresas, sobre iniciativas de promoção da diversidade. As histórias de Charles Desmartis, CEO do Grupo Carrefour Brasil, e José Luiz Rossi, presidente da Serasa Experian, serão registrados no próximo livro de Ricardo Voltolini, a ser lançado em 2017.

Sobre a Plataforma Liderança Sustentável

A Plataforma Liderança Sustentável é um movimento lançado em junho de 2011, que reúne 65 presidentes de grandes empresas brasileiras em torno da missão de conectar, inspirar e educar líderes de negócios para o tema da sustentabilidade. A iniciativa já atingiu presencialmente cerca de 85 mil gestores em mais de 300 eventos pelo Brasil – além de países como França, Espanha, Portugal, Canadá e Argentina – e mais de 1,8 milhão de pessoas com as vídeo-palestras disponíveis em canais no YouTube e Vimeo.

 Sobre a Ideia Sustentável

Ideia Sustentável é uma consultoria especializada em estratégia e inteligência em sustentabilidade empresarial. Criada em 1993, por Ricardo Voltolini, um dos primeiros especialistas no tema do Brasil, desenvolve conhecimento e apoia empresas em três linhas: Consultoria (desenvolvimento de políticas de sustentabilidade, definição e diretrizes, criação de cultura e identidade, educação e conteúdos); Educação(sensibilização, treinamento e capacitação de profissionais de empresas para os temas da sustentabilidade); e Conteúdos (estudos, pesquisas, fóruns, eventos técnicos, relatórios e planejamento de comunicação da e para a sustentabilidade).

Patrocínio Gold:

patrocinio

Patrocínio Silver:

silver

Patrocínio Bronze:

bronze

Publicado em Notícias Abraps | Deixe um comentário