Sentindo na pele a falta de sensibilidade em relação às diferenças. Assista ao vídeo de Fábio Coelho, presidente do Google Brasil

O novo líder da Plataforma Liderança Sustentável conta como sua experiência nos Estados Unidos fez com que adquirisse uma nova visão sobre a diferença de oportunidades para minorias

 Ao ser transferido para os Estados Unidos, Fábio Coelho, atual presidente do Google no Brasil, começou a sentir na pele os efeitos de integrar uma minoria em uma sociedade que ainda não assimilou a importância da diversidade. O executivo morou, por um determinado período de tempo, em Atlanta, cidade na qual 65% dos residentes são afro-americanos. E foi nessa época que Fábio percebeu o dilema enfrentado por vários grupos menos favorecidos: “infelizmente, não importa o seu talento. Muitas vezes nós temos oportunidades diferentes logo no começo da vida. O conceito que eu comecei a amadurecer em relação às minorias passa pela definição de grupos lutando por direitos iguais e buscando acesso às mesmas oportunidades”. Você pode conferir o vídeo completo em: https://goo.gl/EQO06L

Ao assumir o comando da BellSouth, que posteriormente viraria AT&T, Fábio enfrentou um grande desafio. Como um brasileiro poderia fazer com que cerca de 1000 funcionários norte-americanos aceitassem sua liderança? Diante de um grupo tão diverso, o líder percebeu que deveria pensar no que faria aquelas pessoas gostarem de trabalhar com ele e se identificarem com seu comando para atingir um objetivo comum de trabalho. “Para isso, entendi que precisava aumentar a minha sensibilidade em relação ao respeito às diferenças, e entender, profundamente, o que cada ser humano estava buscando naquele ambiente, para que pudéssemos construir um projeto”.

O presidente do Google Brasil conta que sua experiência nos Estados Unidos foi um divisor de águas na análise da questão da diversidade. Quem está no Brasil, na condição de acesso favorável, não possui essa sensibilidade. Por viver em uma cidade com predominância de afro-americanos, Fábio passou a ser parado com mais frequência por policiais, pois poderia ser um imigrante ilegal. “A maioria dos latinos não tinha referência de que poderiam ter um futuro mais promissor. Por isso, eu passei a integrar grupos para inspirar pessoas e mostrar que um imigrante poderia mais”.

Agora no Google, Fábio entende que deve haver uma representação da sociedade, em todos os níveis, dentro de uma empresa. Mesmo que essa ideia não esteja totalmente implementada nas companhias, reconhecer que é uma necessidade acaba virando o primeiro passo em relação a uma melhora. Com a intenção de consolidar, cada vez mais, a diversidade na cultura da empresa, o Google criou grupos específicos de funcionários, como os Afro Googlers e os Gayglers. “Esse comprometimento com a diversidade é fundamental, pois ele gera o sentimento de que precisamos fazer mais. Não basta, apenas, ser contra a intolerância, é preciso celebrar as diferenças, além de suportar e apoiar cada um dos movimentos que tratam da diversidade”.

Sabendo que ainda possui muito trabalho para enraizar o tema, de forma definitiva, na cultura do Google Brasil, Fábio Coelho possui experiência e sensibilidade para entender as dificuldades enfrentadas por pessoas que não possuem as mesmas oportunidades que os demais. Este é o nono e último vídeo divulgado desta edição da Plataforma Liderança Sustentável. Anteriormente, já foram publicadas as vídeo-palestras do professor e doutor Robert Henry Srour; Paulo Stark, CEO da Siemens no Brasil; Raïssa Lumack, VP de RH da Coca-Cola; Didier Tisserand, presidente da L’Oréal Brasil; Marcio Coelho, presidente de Medical Devices da Johnson & Johnson Brasil; Nadine Gasman, representante da ONU Mulheres no Brasil; Paula Bellizia, presidente da Microsoft Brasil; e também o teaser do evento.

Veja:

Teaser da Plataforma Liderança Sustentável 2016: https://goo.gl/s7wTfQ

Sobre a Plataforma Liderança Sustentável

A Plataforma Liderança Sustentável é um movimento lançado em junho de 2011, que reúne 60 presidentes de grandes empresas brasileiras em torno da missão de conectar, inspirar e educar jovens líderes de negócios para o tema da sustentabilidade. Para tal tarefa, apoia-se em um conjunto de ferramentas – livros, portal, vídeo-palestras, eventos educacionais regionais e nacionais, cursos e conteúdos de suporte à educação de líderes para empresas, escolas de gestão e universidades. A iniciativa já atingiu presencialmente cerca de 85 mil gestores em mais de 300 eventos pelo Brasil – além de países como França, Espanha, Portugal, Canadá e Argentina – e mais de 1,8 milhão de pessoas com as vídeo-palestras disponíveis em canal no YouTube.

 Sobre a Ideia Sustentável

Ideia Sustentável é uma empresa especializada em estratégia e inteligência em sustentabilidade empresarial criada, em 1993, por Ricardo Voltolini, um dos primeiros especialistas no tema do Brasil. A consultoria conta com o diferencial de estar há 23 anos no mercado, desenvolvendo conhecimento e apoiando empresas, em três linhas: Consultoria (apoio a empresas no desenvolvimento de políticas de sustentabilidade, definição e diretrizes, criação de cultura e identidade, educação e conteúdos); Educação (Sensibilização, treinamento e capacitação de profissionais de empresas para os temas da sustentabilidade); e Conteúdos (Estudos, Pesquisas, Fóruns, Eventos Técnicos, Relatórios e Planejamento de comunicação da e para a sustentabilidade).

Publicado em Notícias Abraps | Deixe um comentário

Anuidade 2017 – renovação

Prezados Associados

A anuidade de 2017, será reajustada para o valor de R$ 100,00 (cem reais), mas será mantido o valor de R$ 80,00 (oitenta reais) para renovações efetuadas até o dia 31/12/2016, o mesmo vale para os associados que efetuarem sua associação ainda em 2016 (ano base 2017)

Para efetivar sua renovação e/ou associação associação basta quitar o valor da Anuidade 2017 que pode ser feito de duas formas:

  1. Depóstico Identificado

Efetuar um depósito identificado na conta da Abraps, no valor de R$ 80,00 (oitenta reais) de acordo com os dados abaixo:

Dados Bancários Banco Santander

Agência: 3832 c/c: 130060017

Favorecido: Abraps – Associação Brasileira dos Profissionais de Sustentabilidade CNPJ: 14.722.400/0001-15

Enviar uma cópia do comprovante de depósito identificado para o e-mail: contato@abraps.org.br

2. Pag Seguro

Ffaça o pagamento pelo PagSeguro https://pag.ae/blfQSpD

Para qualquer dúvida e/ou informação envie por e-mail para contato@abraps.org.br

Para saber quem são os profissionais Associados da Abraps clique aqui

Para se associar – clique aqui
Para saber sobre sua situação cadastral – clique aqui

Publicado em Notícias Abraps | Deixe um comentário

Encontro Abraps encerra o ano de 2016 e inicia o planejamento para 2017

O último encontro do ano reuniu diretoria e conselho da Abraps para um balanço de 2016 e lançamento do planejamento de 2017

Na foto da esquerda para Direita: a conselheira Ana Velasco, o Diretor Administrativo Financeiro, Marcos Nakagawa, a Diretora de Eventos Jamile Balaguer, o Diretor de Relações Institucionais Diego Conti, a Diretora de Eventos Ana Stocler e o Conselheiro Francisco Biazzini.

 

 

Publicado em Notícias Abraps | Deixe um comentário

Diversidade e inovação caminham juntas por uma empresa ideal. Confira o depoimento de Paula Bellizia, presidente da Microsoft Brasil

A executiva fala sobre como se envolveu com o desenvolvimento da diversidade na Microsoft e a importância de enxergar o tema pela perspectiva dos outros

Com passagens por renomadas empresas do mundo tecnológico, como Facebook e Apple, Paula Bellizia retornou à Microsoft Brasil, em 2015, para dar continuidade a uma mudança importante. Inserir a diversidade na cultura da companhia foi um incentivo a mais para que a executiva assumisse o compromisso de trabalhar com o tema, não só com questões relacionadas à igualdade de gênero, mas também desenvolvendo ações para que o corpo de funcionários da Microsoft possa ser uma representação da sociedade. Confira o vídeo completo em: https://goo.gl/AQg3xJ

Angolana e filha de pais portugueses, Paula conta que percebeu, logo cedo, como a diversidade precisava estar presente no mercado de trabalho. Com cerca de vinte anos, a atual presidente da Microsoft Brasil já passou por uma situação que demonstrou a fragilidade do tema nas empresas: “eu estava sentada na porta da pessoa que iria me contratar. Ele viu no meu currículo que eu era angolana e ficou andando de um lado para o outro, falando com a secretária: ‘mas onde está essa menina que não aparece’. Foi então que resolvi me apresentar, mas acabei ouvindo: ‘meu Deus! Eu estava esperando uma africana’”.

Formada em Tecnologia da Informação, Paula Bellizia afirma que é uma área técnica e com poucas mulheres. Portanto, assim que voltou para a Microsoft, engajou-se para criar uma companhia que busca a representação de 50% homens e 50% mulheres. Ainda não conseguiu, mas, não mede esforços para enraizar o assunto no dia a dia de seus funcionários. Até porque, o Brasil é um dos países mais diversos do mundo, mas esse multiculturalismo não é visto dentro das organizações: “a representação social é um diferencial competitivo. É uma questão de negócios, pois diversidade gera inovação. E como uma empresa, que vive de inovação, vai servir seus consumidores e clientes das mais diversas maneiras sem uma representação da sociedade em seu corpo de funcionários?”.

Mas como desenvolver a empresa para que a igualdade de gênero seja, finalmente, uma realidade? Segundo Bellizia, os pontos-chave para a evolução do tema passam pela transmissão do conhecimento para os colaboradores e, também, por um processo de contratação adequado. O processo seletivo de uma empresa precisa dar oportunidades iguais para todos os candidatos. E esse ideal foi implementado na Microsoft, onde o melhor candidato, com total meritocracia, é contratado. Não importa se é homem ou mulher.

Defensora da ideia de que diversidade e inovação caminham lado a lado, a presidente da Microsoft encerrou seu depoimento, com muitos aplausos, ao relatar sua resposta a uma das primeiras entrevistas que deu no cargo: “se eu me considero um exemplo por chegar a CEO de uma empresa de tecnologia? Não, porque exemplos sugerem a ideia de serem copiados. Cópias matam a diversidade”. Este é o oitavo vídeo divulgado desta edição da Plataforma Liderança Sustentável. Anteriormente, já foram publicadas as vídeo-palestras do professor e doutor Robert Henry Srour; Paulo Stark, CEO da Siemens no Brasil; Raïssa Lumack, VP de RH da Coca-Cola; Didier Tisserand, presidente da L’Oréal Brasil; Marcio Coelho, presidente de Medical Devices da Johnson & Johnson Brasil; Nadine Gasman, representante da ONU Mulheres no Brasil; Fabio Coelho, presidente do Google no Brasil; e também o teaser do evento.

Publicado em Notícias Abraps | Deixe um comentário

Época abre inscrições para guia “Melhores ONGs”

A revista Época e o Instituto Doar lançaram as inscrições para a lista que integrará o guia “Melhores ONGs”, que trará as 100 instituições com trabalho mais consistente e transparente do Brasil. As organizações listadas estarão distribuídas por todas as regiões do país. E se dedicarão a várias áreas de atuação. As inscrições para a lista vão até 28 de fevereiro de 2017. Os resultados sairão no final de março de 2017.

O guia vai ajudar a orientar as pessoas na hora de decidir quem merece sua atenção. E também promoverá a cultura de doação, mostrando uma diversidade de instituições que fazem um bom trabalho. As ONGs podem se inscrever no site www.melhores.org.br.Para listar as melhores ONGs, as instituições serão avaliadas segundo seu alinhamento com a causa, estratégia de atuação, representação, gestão, planejamento, estratégia de financiamento e prestação de contas à sociedade.

As fundações e os institutos de empresas estão fora do nosso escopo. Eles em geral já contam com boas práticas de gestão incorporadas da empresa mantenedora. E também não dependem tanto da boa vontade externa para manter suas atividades. O guia Melhores ONGs é voltado para as instituições que dependem de financiamento externo, como apoio institucional de empresas, de fundos ou de doadores individuais.

A lista Melhores ONGs pode ajudar a ampliar o hábito de doação no Brasil. Os brasileiros são doadores, conforme mostram pesquisas recentes, mas não divulgam suas doações. Com isso, as organizações têm um trabalho extra: além de fazer um excelente trabalho, demonstrar sua reputação.

“Nosso objetivo é incentivar a dedicação de quem está fazendo um bom trabalho”, diz Marcelo Estraviz, presidente do Instituto Doar. Existem 300 mil ONGs no Brasil, segundo o último levantamento de Fundações Privadas e Associações sem Fins Lucrativos no Brasil, do IBGE e do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada.

Fonte: Época

Publicado em Notícias Abraps | Deixe um comentário

Os esforços por um planeta diverso e igualitário com Nadine Gasman, representante da ONU Mulheres no Brasil

Os esforços por um planeta diverso e igualitário: confira a palestra de Nadine Gasman, representante da ONU Mulheres no Brasil

Doutora abre o bloco de diversidade e fala sobre os principais desafios da criação de políticas que ofereçam mais oportunidades às minorias

Nascida no México e filha de pais franceses, a médica Nadine Gasman iniciou sua trajetória na ONU em 2005, como representante do Fundo de População das Nações Unidas. Hoje, em 2016, a Dra. Gasman é representante do escritório da ONU Mulheres no Brasil, e não poupa esforços ao realizar ações para transformar o mundo em um local que respeite a diversidade e os direitos das mulheres. Em sua vídeo-palestra na Plataforma Liderança Sustentável, Nadine conta sobre a desigualdade existente, ainda hoje, entre homens e mulheres no Brasil, assim como a importância do setor privado na consolidação de políticas voltadas para a diversidade de gênero. Confira o depoimento completo em:  <https://goo.gl/ehYyRe> https://goo.gl/ehYyRe

A especialista trabalha por um futuro ideal, no qual a diversidade seja respeitada, e as pessoas que enfrentam situações de preconceito e/ou desigualdade sejam colocadas em relações de igualdade com as demais. Para isso, a ONU criou a Agenda 2030, um plano estratégico que visa o futuro do planeta. É guiado por 169 metas, 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável e busca, em 14 anos, a consolidação dos direitos humanos e da igualdade de gênero.

Nivelar as condições e oportunidades de uma sociedade tão homogênea não é tarefa fácil. Por isso, Nadine afirma que é um trabalho para todos: “o esforço nos próximos 15 anos, para ter um planeta 50-50 e consolidar a igualdade de gênero, é uma mudança que começa com cada um de nós, homens e mulheres, fazendo o que for necessário para mudar a situação”.

Segundo a doutora, no Brasil, as mulheres ganham, em média, 25% a menos do que os homens fazendo o mesmo trabalho. E uma mulher negra ganha 300% menos do que um homem branco. Portanto, é um trabalho que precisa de engajamento e passa por uma educação interna, familiar, social e, até mesmo, empresarial.

A violência contra as mulheres também é um ponto importante a ser combatido na busca por uma sociedade mais igualitária. De acordo com Nadine, o Brasil ficou em quinto lugar em um ranking, que avaliou 83 países, sobre a violência contra o sexo feminino. O país também possui altos índices de assassinatos de negras e transexuais.

Como especialista em diversidade e igualdade de gênero, a Dra. Nadine Gasman abriu o bloco de diversidade no evento da Plataforma Liderança Sustentável, fomentando a necessidade de amadurecimento das análises e ações tomadas, até agora, para a solução dessa desigualdade social. Este é o sétimo vídeo divulgado desta edição da Plataforma Liderança Sustentável. Anteriormente, já foram publicadas as vídeo-palestras do professor e doutor Robert Henry Srour; Paulo Stark, CEO da Siemens no Brasil; Raïssa Lumack, VP de RH da Coca-Cola; Didier Tisserand, presidente da L’Oréal Brasil; Marcio Coelho,  presidente de Medical Devices da Johnson & Johnson Brasil; e também o teaser do evento.

 

Publicado em Notícias Abraps | Deixe um comentário

Um código de ética da década de 40 que funciona em 2016, com Marcio Coelho, presidente de Medical Devices da Johnson e Johnson

Um código de ética da década de 40 que funciona em 2016: Marcio Coelho, presidente de Medical Devices da Johnson e Johnson explica como exercitar a ética no comando de uma grande companhia

Líder fala sobre a importância de utilizar o Credo como base das decisões da empresa, priorizando o bem-estar de pacientes, famílias, profissionais de saúde e a sociedade

Como líder mundial na produção de bens de consumo, a Johnson & Johnson percebeu, há muitos anos, que precisava adotar práticas e ações baseadas na ética para que a companhia se desenvolvesse e prosperasse. Em 1943, o Robert Wood Johnson II, filho do fundador da companhia, publicou a primeira versão do Credo da empresa, no qual definia algumas responsabilidades da empresa com relação a funcionários, clientes e fornecedores. Hoje, é considerado um dos códigos de ética empresarial mais antigos do mundo. Na nova vídeo-palestra da Plataforma Liderança Sustentável, Marcio Coelho,  presidente de Medical Devices da Johnson & Johnson Brasil, conta como o  documento influencia nas decisões da companhia e orienta seus públicos de relacionamento; veja em: https://goo.gl/9dVjyC

O Credo da Johnson divide-se em quatro “parágrafos”: o primeiro deles trata do compromisso com o bem-estar dos pacientes, profissionais da saúde e as famílias dos pacientes; o segundo, da preocupação com os associados, pois merecem ter um ambiente de trabalho saudável. O terceiro explica o compromisso da empresa com a sociedade em geral, tocando em temas como o cuidado com o meio-ambiente e desenvolvimento de boas relações com as comunidades do entorno das operações da empresa. Por fim, o último parágrafo afirma que, se a empresa cumprir todas as premissas estabelecidas no Credo, os sócios terão direito a uma remuneração adequada.

Para Marcio Coelho, uma conduta empresarial ética reconhecida pela sociedade se tornou um diferencial de reputação e, portanto, uma vantagem competitiva de mercado, pois assegura a fidelidade dos clientes e aumenta a confiança de investidores na solidez da companhia. No entanto, a equação ideal acontece quando os valores do Credo passam a se disseminar também entre os públicos externos à organização. “Todos nós deveríamos seguir o Credo, para que nossa vida não passe em branco. Queremos ter um saldo positivo.”

Este é o quinto vídeo da Plataforma Liderança Sustentável. Já foram publicadas as vídeo-palestras do professor e doutor Robert Henry Srour, Paulo Stark, CEO da Siemens no Brasil, Raïssa Lumack, VP de RH da Coca-Cola, Didier Tisserand, presidente da L’Oréal Brasil, e também o teaser do evento.

Publicado em Notícias Abraps | Deixe um comentário

Clube Abraps e Abinee pelo Desenvolvimento Sustentável – faça download dos conteúdos apresentados

Clube Abraps e Abinee pelo Desenvolvimento Sustentável apresentou no dia 24 de novembro (quinta-feira) das 19h00 às 21h00 no auditório da Abinee localizado na Av. Paulista 1439 – 6º andar – São Paulo/SP próximo a Estação Trianon MASP do Metro o Clube Abraps de Novembro com o tema:

Novas tecnologia e ideias inovadoras para soluções sustentáveis nas cidades

O evento que teve o apoio da Fundação Friedrich Naumamm que recebeu a todos com um fantástico Welcome Coffee, teve a moderação de Marilena Lima de Almeida Lavoratto, Presidente do Instituto Mais e membro do Conselho Consultivo da Abraps que fez uma introdução sobre as inovações disruptivas e quanto elas são fundamentais para o desenvolvimento sustentável.

Seguem abaixo os links das apresentações

REALIZAÇÃO

abraps             abinee

APOIO

friedrichnaumann

greeneletron           institutomais

mercadoambiental

brasiltomorrow

Publicado em Notícias Abraps | Deixe um comentário

Revista Horizonte Geográfico – GRÁTIS PELA CAUSA DA SUSTENTABILIDADE

horizontegeograficoGRÁTIS PELA CAUSA DA SUSTENTABILIDADE

A revista HORIZONTE Geográfico tem o prazer de apresentar sua Edição Especial 160 que contém o Anuário de Boas Práticas em Sustentabilidade.

Esta edição é GRATUITA para todos leitores, tanto no formato da revista impressa*, quanto nas plataformas digitais, para que mais pessoas tenham informação de qualidade e defendam a causa da sustentabilidade. Basta acessar o site e fazer seu pedido: http://www.edhorizonte.com.br/gratis/

A revista Horizonte Geográfico nº160 traz dezenas de notícias e grandes reportagens, com extras (infográficos, vídeos e links) para se aprofundar em cada assunto. Você terá o privilégio de conhecer uma extensa reserva natural bem protegida, no Vale do Ribeira (SP), com diversos animais como onças, uma anta albina e conta que em breve a área abrirá para visitação do público. Já em Santa Catarina, você acompanhará o belo trabalho de soltura dos papagaios, que está ajudando a combater a ameaça à espécie que semeia as araucárias. A reportagem de capa vai levar você por uma passagem pelo encantador Jalapão, no Tocantins, onde o bem-sucedido artesanato com capim dourado está garantindo renda para a população local.

Em seguida, o Anuário de Boas Práticas em Sustentabilidade apresenta o que acontece de mais relevante, agora em cada um dos temas abaixo, e mostra mais de 30 casos de sucesso nas áreas de:

  • Agricultura de Baixo Carbono
  • Água e Recursos Hídricos
  • Biodiversidade e Florestas
  • Consumo Consciente
  • Direitos Humanos
  • Energia Renovável
  • Mobilidade Urbana
  • Mudanças Climáticas
  • Resíduos Sólidos

Iniciativas de organizações sociais, empresas e governos que põem a mão na massa para indicar soluções de grande impacto, produzidas pela equipe da revista Horizonte em parceria com o Portal Envolverde.

Mais informações:   ana@edhorizonte.com.br / comunicacao@edhorizonte.com.br              Fone: (11) 3022-5599

 

Publicado em Notícias Abraps | Deixe um comentário

Plataforma Liderança Sustentável lança vídeo-palestra sobre a ética como valor fundamental na formação de pessoas, com Didier Tisserand, presidente da L’Oréal Brasil

A ética como valor fundamental na formação de pessoas: veja a palestra de Didier Tisserand, presidente da L’Oréal Brasil

Líder fala sobre a importância do desenvolvimento de um código de ética e o processo de disseminação dos valores éticos para os colaboradores

Quando o francês Didier Tisserand assumiu a presidência da L’Oréal no Brasil, em 2011, não demorou para que começasse a focar no aperfeiçoamento do comportamento ético na companhia. Durante seu comando, a empresa passou a considerar o tema como prioritário, com ações voltadas para a conscientização de colaboradores. De acordo com Didier, “no Brasil existe algo que se chama Lei Seca. Já na L’Oréal, decretamos a Lei Ética.
Tolerância zero”. Veja a apresentação completa no link a seguir: https://goo.gl/1tnnYQ

O código de ética da empresa visa, como princípio, assegurar que os colaboradores de todos os níveis da organização priorizem o bem coletivo em vez dos interesses pessoais. Criado em 2000 para ser “institucional”, foi reformulado duas vezes, em 2007 e 2014, quando foi aprimorado e passou a incorporar a visão dos funcionários, tornando-se mais “palpável” e efetivo. “Esse código é como se fosse a nossa constituição. É muito importante, pois fala sobre como se comportar dentro da empresa”, afirma o executivo.

Além do constante desenvolvimento do código, a companhia instituiu algumas ações para fortalecer e enraizar os valores éticos em seus funcionários, como a criação de um canal de denúncias, para que todos possam, anonimamente, relatar condutas imorais dentro da empresa. Existe, também, o Ethics Day, no qual os colaboradores podem fazer perguntas sobre o tema para seu presidente e o CEO mundial. Essa cultura vale até para os novos funcionários, pois 100% deles recebem o código assim que entram na empresa.

No entanto, não foi fácil construir, pouco a pouco, o conceito na companhia. E ainda não é. Didier, que tem experiência profissional em diversos países, como Inglaterra, Japão e França, diz que enfrentou problemas éticos em todos eles, mas até hoje ainda fica surpreso quando se depara com situações de conflitos morais ou de conduta. Certa vez, ele conta, ao repreender uma funcionária por um desvio ético, ouviu, espantado, sua resposta: “Não vá me dizer que você não faz a mesma coisa”. O choque provocou no líder a seguinte reflexão: “atitudes erradas são tão comuns quanto parecem?”. É contra elas que o executivo luta e procura engajar suas equipes.

Todas essas situações – boas e ruins – serviram para aprimorar, cada vez mais, a conduta ética seguida pela L’Oréal atualmente. Consequentemente, acabaram influenciando na formação de diversos jovens profissionais, uma vez que cerca de 60% dos funcionários é da geração dos millennials. Novos colaboradores que, segundo Didier, procuram uma empresa com valores como integridade, respeito e coragem, fundamentais para que funcionários de qualidade permaneçam na empresa.

O novo integrante da Plataforma Liderança Sustentável denomina-se como um “crusader”, alguém que não medirá esforços para desenvolver a ética na L’Oréal Brasil. Com anos de experiência, o executivo defende, em sua vídeo-palestra, como a evolução do conceito na agenda da empresa pode influenciar no desenvolvimento de funcionários, políticas e, também, no rumo e decisões da companhia. Este é o quinto vídeo da Plataforma Liderança
Sustentável. Já foram publicadas as vídeo-palestras do professor e doutor Robert Henry Srour, Paulo Stark, CEO da Siemens no Brasil, Raïssa Lumack, VP de RH da Coca-Cola, e também o teaser do evento.

Veja:

Vídeo-palestra de Raïssa Lumack
Vídeo-palestra de Robert Henry Srour
Vídeo-palestra de Paulo Stark
Teaser da Plataforma Liderança Sustentável 2016

Sobre a Plataforma Liderança Sustentável

A Plataforma Liderança Sustentável é um movimento lançado em junho de 2011, que reúne 60 presidentes de grandes empresas brasileiras em torno da missão de conectar, inspirar e educar jovens líderes de negócios para o tema da sustentabilidade. Para tal tarefa, apoia-se em um conjunto de ferramentas – livros, portal, vídeo-palestras, eventos educacionais regionais e nacionais, cursos e conteúdos de suporte à educação de líderes para empresas, escolas de gestão e universidades. A iniciativa já atingiu presencialmente cerca de 85 mil gestores em mais de 300 eventos pelo Brasil – além de países como França, Espanha, Portugal, Canadá e Argentina – e mais de 1,8 milhão de pessoas com as vídeo-palestras disponíveis em canal no  YouTube.

Sobre a Ideia Sustentável

Ideia Sustentável é uma empresa especializada em estratégia e inteligência em sustentabilidade empresarial criada, em 1993, por Ricardo Voltolini, um dos primeiros especialistas no tema do Brasil. A consultoria conta com o diferencial de estar há 23 anos no mercado, desenvolvendo conhecimento e apoiando empresas, em três linhas: Consultoria (apoio a empresas no desenvolvimento de políticas de sustentabilidade, definição e diretrizes, criação de cultura e identidade, educação e conteúdos); Educação (Sensibilização, treinamento e capacitação de profissionais de empresas para os temas da sustentabilidade); e Conteúdos (Estudos, Pesquisas, Fóruns, Eventos Técnicos, Relatórios e Planejamento de comunicação da e para a sustentabilidade). – http://ideiasustentavel.com.br/

Publicado em Notícias Abraps | Deixe um comentário